Tecnologia / Blog /
Diminuindo a dependência do navegador

Cléber

* Date: 2018-12-31 12:39:30 Recentemente comecei a usar o [Spectrwm](https://github.com/conformal/spectrwm) como gerenciador de janelas dentro da minha "Distro para todas dominar", que é extremamente rápida e, por uma série de motivos, percebi que estive usando o Firefox, meu navegador gráfico, com frequencia muito menor. Na verdade, ao abri-lo novamente e espalhar as várias janelas cheias de abas pelos meus diversos espaços de trabalho virtuais, senti que, de certa forma, eu alternava entre dois modos distintos de se encarar o computador: **focado no navegador versus focado em tudo o mais**. Com o Firefox "esparramado" por todo canto, minha atenção muito facilmente ficava girando em torno dele. Eu acabo ficando o tempo todo alternando entre as janelas, me perguntando se chegou um novo e-mail, se tem um vídeo novo no Youtube, se alguém curtiu algum artigo meu, se há notificações nas redes sociais, *et cetera ad infinitum*. # Abstinência do Xorg Enquanto fazia o novo *setup* da minha máquina, passei um bom tempo tendo conexão com a internet mas não tendo *display* gráfico. Como resultado, acabei fazendo uso até frequente do **elinks**, um lindo navegador em modo texto. E, dessa experiência, um padrão interessante veio à tona: "duckduckgo - termo - pesquisa - leitura". Ao ponto de eu criar um script simples para isso: ```bash $ ddg.sh linux synaptics trackpad not working ``` Isso já abre o DuckDuckGo com os resultados da pesquisa. Eu leio o que tenho que ler e vou embora. ## elinks O "elinks" é uma versão mais rebuscada do antigo "links". A experiência de uso é muito agradável, **mas você precisa passar por um período de aprendizado**. Minhas dicas principais: * O menu do elinks é acessível via tecla **F10**. * Para rolar pela página linha-a-linha, use as teclas **insert** e **delete**. * Vá no "navegador de configurações" e dê uma fuçada por lá. * Desabilite a confirmação de envio de dados via POST, pois isso é muito chato. Eu também desativei o carregamento de **qualquer** CSS e mandei as cores usadas para exibição serem sempre as mesmas (e não as escolhidas pelas páginas), já que fundos claros geralmente me desagradam. Caso você não queira fazer isso e chegue em algum site que tem cores que não se traduzem bem para o terminal, faça uso da tecla "**%**": ela habilita ou desabilita as cores do site. Para gerenciar *bookmarks* (e você vai precisar deles), use a tecla **s**. Eu tenho usado-os para implementar meu "Pocket tupiniquim": criei um diretório "Pocket" no *bookmarks* e uso-o para manter salvo tudo aquilo que pretendo ler *a posteriori*. Você pode até **abrir novas abas**, embora eu mesmo não recomende abusar dessa funcionalidade. As teclas principais para se trabalhar com abas são: * **t**: abre uma nova aba * **c**: fecha a aba atual * **ᐸ** e **ᐳ**: navegar entre as abas # Fatores Talvez o fator que mais me leva a usar **menos** o Firefox é a **velocidade**: como estou usando o *spectrwm* como gerenciador de janelas e o *rxvt-unicode* como terminal, eu mando um **ctrl+shift+Enter** e um novo terminal abre-se **instantaneamente** na minha tela, onde já posso mandar um "elinks ᐸEnter/ᐳ" ou um "ddg.sh [termo] ᐸEnter/ᐳ". Pode não parecer grande coisa, já que, uma vez no Firefox, você pode mandar um "ctrl+t [termo] ᐸEnter/ᐳ" e já cair, também, no DuckDuckGo (ou seu buscador favorito). Mas para abrir uma nova aba eu preciso estar com uma janela do Firefox em foco. E, se for abrir uma nova janela, a velocidade já não é a mesma. ## Mas o Elinks também é um navegador! Sim, mas é "menos web", de certa forma. Conseguir navegar razoavelmente sem problemas no mar de conhecimento atual sem ter que carregar Javascript ou mesmo CSS, meramente **lendo textos**, torna mais claro o fato de que podemos viver sem ter **tudo** em "modo gráfico". Afinal, quantos e-mails você já leu que **realmente** precisavam estar sendo vistos num navegador? E quantos textos, **como esse**, não funcionam perfeitamente bem sendo lidos via terminal? Você sabia que há muita gente que, **hoje** escreve seus blogs em **Gopher**? # Resumo Quem acompanha meus textos há algum tempo percebe que a web como ela é hoje me traz uma certa insatisfação. Afinal de contas, trazer código de terceiros para ser executado na mesma *caixa de areia* em que digito meus dados bancários não parece ser uma ideia muito boa. Então, enfim... eu fico contente de diminuir o tempo que eu gasto com o Firefox. Inclusive quero começar a ler meus e-mails no terminal, também. Aos poucos vou postando por aqui dicas de boas ferramentas para quem quiser ir começando a diminuir, também, sua dependência de um navegador gráfico. Até!

Curti

53 visitantes curtiram esse Item.

Anterior: Uma distro para todas dominar | Próximo: O Medium e a Estrela da Morte