Blog /
Sócrates encontra Marx

Cléber

* Date: 2018-12-14 20:55:00 Ontem terminei de ler **Sócrates encontra Marx**. É um texto excelente e me ajudou muito a entender um aspecto de Marx que eu meio que ignorava, que era seu **materialismo**. Eu até tinha alguma noção sobre isso, mas sempre como uma ideia associada à *dialética materialista*, ou seja, ainda sob um ponto de vista, da minha parte, bastante "socrático". Com o livro eu consegui ver a enorme distância entre o pensamento de ambos. Ademais, é interessante ver algumas das ideias de Marx sendo confrontadas com a realidade. Ele dizia que o proletariado não tinha pátria, por exemplo, o que é uma idiotice sem tamanho. Também dizi que o proletário não tinha nenhuma posse. O que só reforça aquela dúvida que quase todo não-marxista acaba tendo: **quem**, afinal de contas, é o "proletário"? Afinal, hoje o empregado **possui** um golzinho 1986, enquanto o seu chefe, que não é o dono da empresa, mas meramente outro funcionário, tem um Gol 2017 financiado (ou seja: mal pode-se dizer que seja propriedade dele). Segundo a definição de Marx, então, o chefe é... mais?... proletário que o empregado? Enfim, é bizarro. Eu absolutamente recomendo o livro para todos, inclusive para quem nunca estudou absolutamente nada sobre Filosofia. É um diálogo até bem-humorado. E minha única pequena reclamação é justamente sobre isso: o livro **inteiro** é um diálogo, o que por vezes torna-se um tanto cansativo. O miolo do livro é um pouco mais arrastado, mas o texto reganha fluidez mais para o final. Há outros livros nessa série. O próximo que pretendo ler é "Sócrates encontra Descartes":

Curti

61 visitantes curtiram esse Item.

Anterior: Sonho de 2018-12-01: ladeirões da Vila Lindóia | Próximo: Robô velho