# Bem-vindo O MyNotes.space é uma plataforma que tem como pedra angular **o respeito aos autores**. Aqui você pode escrever à vontade, sem medo de ficar trancado dentro. ----- ## Diferenciais e funcionalidades ### Edição em Markdown A ideia de salvar seus artigos em formato Markdown é justamente permitir que você os exporte para outros formatos ou plataformas com facilidade. A plataforma tem um editor "semi-visual", que exibe a marcação Markdown mas também formata cada item de maneira a facilitar a visualização. Veja um exemplo: ![Editor Markdown](/files/10) O editor possui vários atalhos de teclado, também, para facilitar a edição dos artigos. ### "Baixar tudo" Na página de Coleções dos autores há um botão "Baixar tudo" que, literalmente, faz o download de todos os artigos, arquivos e comentários num só arquivo *.zip*. Os artigos são formatados de maneira que **possam ser usados facilmente por um gerador de sites estáticos como o [Pelican](https://blog.getpelican.com/)**. ### Coleções inteligentes Ao escrever seus artigos, de vez em quando sentirá a necessidade de criar **séries**. Para isso, basta criar uma Coleção filha e escrever seus artigos lá normalmente. Quando os leitores acessarem a coleção principal (digamos, seu blog), verão os artigos da Coleção filha "misturados" normalmente com todos os outros. Mas eles também podem acessar a Coleção filha e lá você pode estabelecer a ordem que bem entender. Isso é interessante porque geralmente os blogs ordenam seus artigos pela data de publicação, de forma decrescente. Ou seja, o artigo publicado hoje aparece antes que o publicado ontem. Mas numa série geralmente queremos visualizar os artigos na ordem das partes: parte 1, parte 2, parte 3 e por aí vai. E isso é fácil de fazer aqui no MyNotes.space. ### Sugestões de alteração Uma das coisas mais frustrantes nas plataformas tradicionais é ter que recorrer a ferramentas inadequadas ao propor uma alteração. Digamos que você está lendo um texto interessante e encontra nele um ou dois erros de português, ou mesmo detecta que seria interessante trocar uma palavra por algum sinônimo para que a fluência do texto fique melhor. Geralmente isso se faria por meio de um "comentário". Aqui no MyNotes.space o processo é diferente: você cria uma "cópia pessoal" do artigo, altera o que achar que deve ser alterado e então cria uma "***Proposta de Alteração***". Você pode publicar sua cópia (que ficará devidamente marcada como uma cópia de outro artigo) ou não. E o autor do artigo original pode aceitar sua proposta ou não. **O artigo original:** ![PRs: uni](/files/5) **A Requisição de Alteração:** ![PRs: duni 2 (corrigido)](/files/7) ### Comentários discretos Os comentários feitos nos artigos **só são visíveis para quem os escreve a para o autor do artigo em questão**. Isso porque, por um lado, é bom receber *feedback* mas, por outro, não é interessante que seus artigos acabem servindo de **plataforma para outras pessoas** expressarem opiniões que nem sempre coincidem com as suas. O espaço, afinal, é seu, não dos visitantes. A plataforma é de publicação, não um fórum. Se alguém quiser responder publicamente um artigo seu deverá criar um "*artigo-resposta*" (```funcionalidade a ser implementada, ainda```). ### O Feed Cada usuário pode "seguir" as Coleções que bem entender (inclusive Coleções filhas) e elas serão exibidas numa grande lista chamada "*Feed*". Esse Feed é organizado de tal forma que autores que escrevem muito não o façam "transbordar" (como quando alguém escreve tanto que só se vê seus artigos no Feed), que seria uma forma de abuso do sistema. **Futuramente** haverá a opção de receber um resumo semanal do Feed por e-mail, também, o que é bem interessante, tanto para autores quanto para leitores. ### Analytics Inicialmente pensei em implementar suporte ao *Google Analytics*, mas considerei que isso acabaria **desrespeitando os leitores**, já que trata-se de uma plataforma de terceiros que coleta dados a respeito deles e, assim, **coloca em risco sua privacidade**. Então acabei desistindo da ideia. Todavia é bom que os autores consigam saber se seus artigos estão sendo lidos ou não. Por isso implementei um sistema simples de *analytics* que registra as visualizações de cada artigo e não muito mais que isso. Sequer é salvo o IP dos visitantes. Dessa forma, é possível medir a visitação ao mesmo tempo em que a privacidade dos usuários mantém-se íntegra. ----- ## Funcionalidades planejadas Segue uma pequena lista de funcionalidades que serão implementadas **futuramente**. ### Exportar como site estático Provavelmente implementarei um "exportar para Netlify" e "exportar para Github Pages". ### Publicar no Medium Caso você não queira deixar de publicar seus artigos também por lá. Nesse caso, o MyNotes.space acaba servindo como uma espécie de ferramenta de backup e localidade alternativa para seus artigos. ### Feed RSS Muita gente não faz ideia do que seja um feed Atom ou RSS, mas ainda há muita gente que não vive sem isso. ### Servidor Gopher O Gopher é um protocolo antigo mas ainda muito vivo. ### Permitir frontends personalizados Pretendo liberar uma API para permitir que os autores possam publicar seus sites estaticamente (como SPAs ou PWAs) "puxando" o conteúdo diretamente aqui da plataforma. ### Feed como "e-book" Para quem quiser ler os artigos do Feed nos seus *e-readers* (Kindle, Alfa, etc.). ### Visualizações diferentes Permitir visualizar um artigo como slides, timeline, álbum de fotos, etc. ----- ## Como se cadastrar No menu no topo do site clique em "Cadastrar-se". Você passará a ter uma conta "básica", que te permite **interagir** com os artigos da plataforma. ### Conta gratuita versus conta paga Já para conseguir **escrever** artigos você precisará de uma conta paga. A princípio, o valor deve ser de **R$ 40,00 ao ano** (usarei o custo anual de um domínio ```.com.br``` como base). A ideia de cobrar um valor para te permitir escrever é simples: (1) quero cobrar pelo que você realmente vai usar e (2) não quero vender os dados de ninguém para ninguém. Absolutamente não quero colocar sistemas de *ads* por aqui, tampouco compartilhar dados dos usuários com terceiros. Por isso é muito melhor simplesmente cobrar pelo uso e, assim, estabelecer uma relação de respeito mútuo com os autores, que podem estar seguros de que são **consumidores -- e não produtos**. Caso você tenha interesse, leia o [post sobre as contas pagas](/cleber/mynotes/10).